Tudo o que você precisa saber sobre iluminação da sua casa

1 Comentário

19. 06. 2017

Por tatiana-mello

 

 

Gosto muito de deixar postos de tomadas para abajures. Além de decorar, podem deixar o ambiente mais aconchegante no dia a dia

 

Quando desenvolvo projetos de interiores, a iluminação é tão importante quanto qualquer outro elemento pensado. Revestimentos, efeitos de volumetria, o espaço para uma peça decorativa: tudo se transforma com a luz. Em arquitetura, a mesma coisa. Uma edificação bem iluminada ganha vida. Já nos projetos comerciais, para supermercados, restaurantes e lojas, a iluminação favorecerá o aspecto dos produtos ofertados. Principalmente neste último exemplo, a especificação técnica deve importar mais que o custo da peça.

 
A dificuldade em acertar na compra de uma lâmpada é algo que sempre observei no convívio com os meus clientes. Se uma das luzes de uma luminária de duas lâmpadas queima, por exemplo, é comum a qualquer pessoa o ímpeto de ir a uma loja e fazer a substituição pela peça mais barata, sem observar qualquer critério e sem ter a certeza que a nova tem a luz da mesma cor da outra, que não está queimada e permanece em bom estado. O barato pode sair caro. E sabe porque?

 
O motivo é que as lâmpadas possuem temperaturas de cor diferenciadas. Na prática, isto significa que elas reproduzem as cores do ambiente de forma diferente. Para mim, este é o detalhe mais importante a ser observado.

 
Imagine que você faz uma recepção em sua casa, escolhe a dedo um vestido em um tom de cinza e, em todas as fotos, ele aparece roxo. Mico, né? Pois bem, uma escolha errada na iluminação de um ambiente pode fazer isso. Você, definitivamente, não vai querer ser o assunto do dia seguinte por um motivo tão inconveniente.

 
Para não cair nessa, basta adotar um cuidado simples na hora da compra. Geralmente, a temperatura de cor é informada na caixa da lâmpada ou da peça de LED e é medida em Kelvin (K). Outro fator importante é a variação de cor. Em boa parte dos produtos encontramos as seguintes especificações:

 

 

 

 

 

O que cada cor quer dizer?

 

Para mim, a iluminação é mais um artifício que temos para criar ambientes. Cada ponto de luz e cada peça escolhida proporciona uma “cena” diferente para o mesmo ambiente. Por isso, é necessário saber qual a mensagem que cada cor de luz passa e o que esperar, tecnicamente falando, do tipo de lâmpada.

 

 

Neste quarto de criança, usei fita LED embutida nesta estante atrás da cama e no armário acima da bancada de estudo. Também temos lâmpadas dicróicas de LED embutidas, destacando a cabeceira do beliche e um plafond para iluminação geral

 

 

Uma iluminação mais amarelada faz o ambiente parecer mais aconchegante. As pessoas ficam com a pele mais corada, a luz descansa os olhos. É ideal para os quartos e para pontos de iluminação na sala. Esse tipo de iluminação reproduz melhor as cores quentes (amarelos, vermelhos, laranjas e etc…).

 
A luz mais neutra é ideal para iluminação geral de qualquer ambiente. Reproduz bem todas as cores do espectro, desde as quentes até as azuladas. É uma boa aposta para ambientes integrados, por exemplo.

 

 

Cuidado com as lâmpadas de cores mais azuladas ou branca fria. Particularmente, não gosto deste tipo de iluminação para ambientes de manipulação ou consumo de alimentos. Elas podem mudar o aspectos de carnes, legumes e verduras. Você não vai querer que seus convidados vejam a comida como se estivesse passada e sem cor, né? Elas reproduzem melhor as cores azuladas e roxas.

 

 

Deu luz?

 

 

Na foto, um belo exemplo de como a iluminação pode agregar estilo ao ambiente

 

 

Com essas dicas fica mais fácil comprar uma lâmpada, não é? Nos meus projetos também gosto de incluir iluminação de passagem, usada no dia a dia do cliente. Geralmente em um ponto estratégico, no percurso de um ambiente para outro, com circuito threeway (acende aqui, apaga ali).

 
Outro recurso que adoro adotar em meus projetos, é a iluminação em arandelas, embutidos, plafonds, pendentes, trilhos, sancas, escondida atrás de painéis e dentro de armários ou prateleiras. São inúmeras as possibilidades.

 
Se ainda assim está em dúvida, me acompanhe nas redes sociais. Por lá, vou dar mais algumas dicas valiosas sobre o assunto. Lembre-se também que, com a ferramenta Projetos Online, você pode ter uma iluminação renovada para seus ambientes em apenas alguns cliques. Faça já seu orçamento!

 
Até semana que vem.

 

 

 


Uma resposta para “Tudo o que você precisa saber sobre iluminação da sua casa”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *