Área de Lazer: um cômodo que é tendência

Nenhum Comentário

11. 07. 2017

Por tatiana-mello

Neste projeto a cliente queria que a nova área tivesse características de ambiente externo com uma pegada mais rústica.

 

Nossa casa é o lugar no qual devemos estar mais à vontade no mundo. É na intimidade do lar que desfrutamos do sono dos justos que só o nosso quarto pode oferecer. Também é em nossa residência que passamos – com a sala – as primeiras impressões sobre nossa personalidade. E na cozinha, experimentamos os sabores e as mais diferentes fases da vida. Se este aconchego já se faz presente nos mais diversos cômodos, o que dizer então de um ambiente pensado especialmente para acolher?

 

Seja para receber amigos e familiares, ler um novo livro, saborear um novo prato ou descobrir uma nova canção, as áreas de lazer são cada vez mais comum em casas e apartamentos. Estas, inclusive, deixaram de ser um espaço à parte e passaram a se integrar com os demais ambientes da residência.

 

Com o novo cômodo em alta, surgiram novas necessidades. Móveis pensados para espaços como este, sejam em casas, apartamentos ou na área comum de condomínios, são a última tendência. Conforto, durabilidade, beleza, facilidade de manutenção são as palavras de ordem para o mobiliário de área externa.

 

Na foto, um exemplo de mobiliário tradicional, seguindo os padrões de uma sala de estar.

 

Os móveis para área de lazer normalmente podem ser divididos em dois tipos. Existem os que tem uma pegada de mobiliário para varanda, com cores claras e aspecto solar e uma outra opção que investe em itens mais formais com, que lembram o mobiliário da sala de estar.

 

Além de uma questão estética, a escolha deve observar algumas condições climáticas ao qual o mobiliário será exposto. As peças terão muita incidência solar? Se sim, cuidado nas cores, tecidos e materiais que escolher para não desbotar ou manchar. Caso os móveis ocasionalmente também recebam chuva, escolha produtos mais resistentes, como: estruturas em alumínio, fibras sintéticas, tecidos impermeáveis.

 

Aqui, um segundo exemplo de mobiliário. Nesta opção, com uma pegada mais de varanda

 

No caso das áreas comuns de condomínio, a facilidade de manutenção e o uso de materiais resistentes devem nortear as escolhas. Os moradores costumam definir as prioridades de uso, as necessidades e o valor disponível.

 

Em nossa região, o mobiliário com estrutura de alumínio recoberto com trama em fibra sintética sempre foi um senso comum. No entanto, pouco a pouco começamos a observar uma tendência que aponta para móveis com detalhes em cordas, madeira natural, alumínio com pintura eletrostática, tampos em pedra. São opções criativas, que abrem o leque para as mais variadas decorações, possibilitando a personalização dos projetos.

 

A iluminação também é algo de fundamental importância para o desenvolvimento de projetos para a área de lazer. Certa vez, desenvolvi um projeto de reforma e ampliação de uma casa onde foi criada uma varanda que se interliga com as salas de estar e jantar e onde também há uma piscina. Por lá, a iluminação deu um realce todo especial aos revestimentos e a vegetação.

 

Um dos maiores desafios deste projeto foi encaixar tudo em um terreno irregular. Não queríamos deixar tudo muito espremido, mantendo circulações definidas e confortáveis.

 

Quanto ao mobiliário, A cliente queria que a nova área tivesse características de ambiente externo com uma pegada mais rústica. Na varanda principal temos uma mesa em madeira natural com detalhes em cerâmica decorada. Cadeiras em alumínio com pintura eletrostática compõem o ambiente perfeito para receber amigos e para fazer refeições. Enquanto que para a varanda menor, definimos um ambiente mais íntimo, escolhemos um sofá redondo, em alumínio e fibra sintética.

 

Espero que com as dicas tenha ficado mais fácil dar um up em sua área de lazer. Caso ainda precise de uma ajuda mais profissional, acesse a aba Projetos Online e faça um orçamento. Durante esta semana estarei dando outros toques sobre o tema nas minhas redes sociais. Te espero por lá!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *