Quais os principais tipos de pisos e como usá-los

Nenhum Comentário

08. 08. 2017

Por tatiana-mello

 

 

 

 

A procura por revestimentos mais resistentes para pisos tem crescido substancialmente nos últimos anos. Embora este produto tenha um custo mais elevado, as qualidades valem o investimento. Contudo, as características técnicas, como durabilidade, uso, assentamento e limpeza devem ser levadas em consideração antes da adesão.

 

Fiz uma lista com os diferentes tipos de produtos que o mercado oferece e algumas das principais características destes revestimentos:

 

Porcelanato: Alta resistência à abrasão física e química, massa homogênea e uniformidade na coloração. Atenção para a indicação de uso da peça. Cada fabricante define uma nomenclatura e uma tabela indicativa.

 

Cerâmica: O processo de fabricação das cerâmicas é semelhante ao do porcelanato, embora mais simples. A cerâmica não é indicada para ambientes de alto tráfego.

 

Pisos vinílicos: É tipo um emborrachado, de alta durabilidade, antialérgico, macio e de fácil limpeza. Pode vir em manta ou placa, em cores ou imitando madeira. Muito indicado para ambientes internos.

 

Pisos laminados: Também indicado para ambientes internos, os piso laminados são feitos de compensados de  alta densidade. Possui alta resistência à riscos e abrasão. Mas só pode ser limpo com pano úmido. Contato direto com a água e o sol pode deformá-lo.

 

Além desses principais, outros tipos que podem ser citados são: porcelanato líquido, pastilha, carpetes, réguas de madeira natural, ladrilho hidráulico, mármores, granitos, e os compostos de pó de pedra e resina.

Mas o que fica bom em cada ambiente?

Casa: Porcelanato, liso ou decorado ou imitando madeira nos ambientes sociais e o piso vinílico nos quartos. Pelo toque, conforto ao pisar, além de melhorar a acústica do ambiente.

 

Comercial: Porcelanato. Se polido ou acetinado, vai do gosto do cliente, mas particularmente, prefiro sem brilho. Se o ponto comercial der direto para a calçada, use um tapete na entrada para segurar a areia da rua.

 

Casa de praia: podemos usar porcelanato acetinado, cerâmicas, porcelanatos madeirados, madeira natural, ladrilho hidráulico. Lembrando que cada um requer um tipo de assentamento específico e cuidados de manutenção diferentes. Para as áreas molhadas e áreas externas procurar revestimentos antiderrapantes.

 

Casa na serra ou ambientes mais frios: madeira natural ou os vinílicos ou laminados para os ambientes de quarto. Se der para usar no ambiente social também seria interessante, assim mantém a casa mais aquecida e aconchegante.

 

Áreas de banheiros e  cozinha: revestimentos de piso laváveis, como porcelanatos, cerâmicas ou os ladrilhos hidráulicos. Existem várias padronagens e tamanhos e a escolha vai depender do projeto. Nos banheiros tomem o cuidado da escolha por revestimentos antiderrapantes para evitar acidentes. Para as paredes há uma tendência de não revestir na área externa ao box do chuveiro, fazendo somente uma pintura. Cuidado somente com revestimentos de pastilha de mármore e alguns revestimentos 3D nas paredes do box de chuveiro, pois esses materiais costumam acumular resíduos e não são fáceis de limpeza.

 

Gostou? Espero que tenha sido útil.Na quinta a Portobello Shop esclarece mais pontos sobre pisos e revestimentos. Antes, você me acompanha pelas redes sociais sempre com dicas e projetos especiais. Acesse a aba Projetos Online, faça um orçamento e descubra que piso fica melhor na sua casa.

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *